Mesmo com a dor da tragédia de perder o filho, o marido e a sogra num acidente, uma mãe de Jundiaí encontrou forças para ajudar outras famílias.

O acidente que matou o menino Pedro Henrique Pondian, 12 anos, o pai, o PM Edson Pondian, 47, e a avó da criança, Lídia Pondian, 76, ocorreu na noite do dia 1º na rodovia Rodovia Jarbas de Moraes (SP-561), entre Jales e Santa Albertina (SP).

Créditos: Arquivo pessoal

Valdirene Pereira com o filho Pedro Henrique, que morreu num acidente de carro com o pai e a avó

De acordo com o G1, o acidente foi provocado por um carro que vinha na contramão. Edson e Lídia morreram na hora. Pedro Henrique foi internando na Santa Casa de Jales, mas não resistiu aos ferimentos.

A mãe de Pedro Henrique, a sargento da reserva Valdirene Pereira, 49 anos, contou ao G1 que foram captados os pulmões, fígado, rins e córneas do menino.

Os pulmões foram levados para hospitais em São Paulo. Já os rins e córneas foram levados ao Hospital de Base de São José do Rio Preto (SP).

"Quando sabemos que uma pessoa que amamos tem sua vida encerrada tão cedo, podemos de alguma forma ajudar outras mães. Isso faz bem ao meu coração. Vou amar meu filho eternamente. Devemos fazer o bem e não olhar a quem", disse a mãe ao G1.