O mês de janeiro foi o mais quente em 97 anos no Rio de Janeiro, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).  Por vários dias a cidade enfrentou temperaturas acima das 40ºC. Em algumas regiões, a sensação térmica atingiu 46ºC.

Para aguentar o verão carioca, só tomando muita água, de preferência gelada. Para quem vive em situação de rua isto é bem complicado. Mas uma vendedora de Madureira, na zona norte, está fazendo a diferença na vida destas pessoas.

Créditos: Arquivo pessoal

O mês de janeiro foi o mais quente em 97 anos no Rio de Janeiro, segundo o Inmet

Desde o final de janeiro Sandra Guimarães está distribuindo garrafas com água geladinha para um grupo que vive na praça de Cascadura.

“A minha sobrinha comentou no Zap da família sobre o calor que estava fazendo no Rio e perguntou se a gente podia distribuir água na rua. Aquilo me tocou muito. Fiquei com aquela a situação na cabeça toda vez que abria a geladeira e bebia uma água gelada”, disse Sandra, em entrevista ao site Razões para Acreditar.

O próximo passo de Sandra é oferecer sanduíches aos moradores de rua da região onde mora.