Desenvolver a comunidade por meio da geração de renda proporcionada pelo turismo. Este é o objetivo da Fabriqueta de Turismo, projeto fruto de uma parceria entre a Raízes Desenvolvimento Sustentável e o CPCD (Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento) que começou neste mês na cidade de Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, no norte de Minas Gerais.

Márcio Barbosa, o Marcinho, é um dos mais expressivos artesões de Araçuaí[/img]

O centro desenvolve há alguns anos a plataforma Araçuaí Sustentável, que inova no que diz respeito ao conceito de cidade sustentável. Por conta do sucesso desta iniciativa, a cidade tem atraído muitos educadores, permacultores e pessoas apaixonadas pela sustentabilidade em geral, querendo conhecer de perto as diversas tecnologias sociais e ambientais aplicadas em diversos programas no município.

Para Luciana Aguiar, do CPCD, a ideia é “criar, num breve futuro, uma estrutura que valorize a cultura e os valores locais para acolher visitantes, além de promover o compromisso ambiental, gerar satisfação econômica e empoderar ainda mais as pessoas em Araçuaí”.

Segundo Mariana Madureira, turismóloga e sócia da Raízes, os turistas que se interessarem em conhecer o projeto vão poder contar com o apoio de jovens da cidade para orientar a vinda e acompanhar a permanência desses visitantes, garantindo uma excelente experiência.

As fabriquetas têm como objetivo gerar desenvolvimento humano e profissional para jovens mineiros nas cidades de Araçuaí, Curvelo e Raposos. Elas são núcleos de produção de tecnologias populares, com características e funções comunitárias, que visam ao fortalecimento da renda familiar.