Um incêndio devastou a casa de uma família de Canoas, no Rio Grande do Sul, mas a solidariedade de vizinhos e até mesmo de desconhecidos está fazendo a diferença.

Essa história faz parte da série para o movimento Sou Responsável, cuja meta é estimular o protagonismo dos brasileiros. Em pleno ano eleitoral, o Catraca Livre e o Instituto SEB de Educação decidiram apoiar essa campanha para ajudar o brasileiro a também ser parte das soluções, e não do problema.

Créditos: reprodução/Paulo Pires/@DiariodeCanoas/Facebook

Família de Canoas (RS) perde tudo em incêndio, mas solidariedade faz a diferença

De acordo com informações do jornal “Diário de Canoas”, na noite do último dia 3, um domingo, o socorrista Jonatas Feijó, de 25 anos, reparou em uma queda de luz e em barulhos de estouros. Sua residência fica em um pátio com duas outras casas, todas de familiares.

Ele pensou que fossem tiros. “Olhei pela janela e vi um clarão, saí na rua e vi nos fundos uma labareda de seis metros”, lembra Feijó. O fogo consumia a casa de sua irmã. Por sorte, o local estava vazio --com exceção de três gatos, dos quais apenas um se salvou.

O próprio socorrista correu para combater o fogo, já que tem treinamento como bombeiro do Exército. Graças à ajuda de vizinhos, o botijão de gás foi retirado e a caixa d’água da casa da frente foi quebrada para que pudesse resfriar o fogo.

Créditos: reprodução/Vakinha

Família perde tudo em incêndio, mas solidariedade faz a diferença

Por três dias, todos retiraram os objetos de dentro da casa para contabilizar os prejuízos. Sobrou a geladeira, o micro-ondas e o forno elétrico, mas as rachaduras nas paredes denotam que a casa está condenada.

“Pela solidariedade de algumas pessoas recebemos bastante roupa”, conta Feijó, que abriu uma campanha de financiamento coletivo e já recebeu mais de R$ 1.000 em doações.

Materiais de construção são de grande valia para os reparos. “Ainda tiramos forças para agradecer que ninguém se machucou”, diz Feijó, na página da campanha.

Leia a reportagem completa no “Diário de Canoas

Jovem com Down salva família de incêndio na Escócia