Os brasileiros dominaram a 50ª edição da Olimpíada Internacional de Química (International Chemistry Olympiad, em inglês), realizada na semana passada em Praga, na República Tcheca. O país conquistou duas medalhas de ouro, além da prata e bronze.

Créditos: Divulgação

A competição é destinada aos estudantes do ensino médio

As medalhas de ouro ficaram com a cearense Ivna de Lima Ferreira Gomes, 16 anos, e o paulista Vinícius Figueira Armelin, 17. A de prata foi para João Victor Moreira Pimentel, 16, e a de bronze ficou com Orisvaldo Salviano Neto, 17, ambos do Ceará.

Com esses resultados, somando a pontuação geral dos quatro estudantes brasileiros, o Brasil ficou na 12ª posição entre os 76 países (em 2017 esteve na 18ª).

Participaram da competição 304 estudantes de 76 países, organizados em times de quatro. Eles foram avaliados por meio de provas prática e teórica individuais, cada uma com duração de 5h30min. A soma dos pontos nos dois exames determina a colocação de cada competidor na classificação geral.

Com informações do G1 e da Agência Brasil