Começando pela política, você provavelmente reagiu a muitas novidades preocupantes em seu feed de notícias do Facebook neste ano. Mas e se você pudesse transformar sua raiva e sua tristeza digitais em ação real?

Uma ferramenta chamada Emoji Reaction Project (projeto de reação de emoji, em livre tradução) ajuda a fazer exatamente isso. A extensão inteligente do Chrome transforma seus emojis negativos do Facebook em formas tangíveis de apoiar boas causas e lutar contra a injustiça.

Créditos: reprodução/Emoji Reaction Project

Extensão do Facebook transforma emojis negativos em ação social

Toda vez que você reage com um emoji irritado ou triste em uma postagem sobre um determinado problema social ou ambiental, a extensão do navegador oferece três opções: "Doar", "Fazer" e "Discar".

A guia "Doar" ajuda uma organização impactante, avaliada por meio de um monitor de caridade, para garantir que seu dinheiro faça diferença. "Fazer" compila ações que você pode realizar, como participar de manifestações e protestos próximos. Já "Discar" ajuda a conectá-lo com representantes locais para que sua voz seja ouvida.

Créditos: reprodução/Facebook/Social Good by Mashable

Extensão do Facebook transforma emojis negativos em ação social

A extensão atualmente suporta 15 causas e questões políticas. Este é um projeto pessoal de um grupo de funcionários da agência de publicidade Droga5.

A ideia surgiu após o tiroteio de 2016 na discoteca Pulse, em Orlando (EUA), quando os funcionários viram milhares de pessoas reagindo a artigos e publicações no Facebook sobre a tragédia. Eles queriam criar uma maneira fácil de capacitar as pessoas para transformar esses tipos de reações em mudanças positivas.

Leia a reportagem completa no Mashable

Estúdio protesta contra mudanças climáticas usando emojis

Rede Quem Inova

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Redação da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.