Você já pensou em montar um pequeno negócio e, depois de colocar os custos na ponta do lápis, desistiu? Marie Racheline Lyn Attia e Alexandre Attia, mãe e filho, fizeram essa conta e uma pergunta: "E se parte do que é preciso, como utensílios e outros materiais, viesse da doação de amigos?".

Foi a partir desse questionamento e da vontade de expandir um empreendimento já existente que os dois, donos do vegetariano Vila das Rosas, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, decidiram inovar na forma de concretizar a segunda unidade de seu restaurante.

Créditos: Inês Bonduki

Marie Racheline Lyn Attia e Alexandre Attia, donos do restaurante vegetariano Vila das Rosas

Marie Racheline e Alexandre pensavam em garimpar em brechós as louças e utensílios para o novo espaço. Mas a dificuldade financeira mudou os planos dos dois e abriu caminho para algo que tem tudo a ver com o conceito de economia colaborativa.

“Em uma conversa com o Bruno Correia, que é nosso parceiro no projeto, pensamos que, da mesma forma que temos coisas paradas em casa que serviriam muito bem ao novo restaurante, outras pessoas também poderiam ter e querer doá-las para nós. Por que não nos abrirmos para essa abundância?”, questionou Alexandre.

Depois de gravar um vídeo, compartilhado com poucas pessoas, no qual convidavam seus amigos a doarem objetos que estivessem sem utilização, Alexandre e Marie foram incentivados a postá-lo no Facebook.

O resultado os surpreendeu. Em poucos dias, várias pessoas entraram em contato, se inspiraram e ofereceram os mais diferentes itens: geladeira, aparador, quadros, móveis, forno de micro-ondas e até um gramofone.

“Uma amiga doou uma geladeira grande, pois quer diminuir os gastos na conta de luz com uma menor. Outro amigo nos presenteou com o quadro que ele mesmo pintou. Dois irmãos que estão de mudança da cidade nos deram um lustre que era da avó e tinha um valor especial para eles”, conta Alexandre.

Os sócios admitem que, no início, ficaram tímidos em fazer o pedido. Mas, depois, graças ao apoio recebido, entenderam que mais do que pedir e ganhar coisas, estavam propiciando aos doadores a possibilidade de participarem ativamente da construção de algo e também de praticarem o desapego.

“A ideia, além de promover a consciência de que os recursos do planeta são limitados, articula uma rede de apoio que pode funcionar não só em situações emergenciais, mas também no fortalecimento de projetos como esse” comemora ele.

A nova unidade do Vila das Rosas será inaugurada no dia 6 de maio e, de quinta a domingo, funcionará também como bar. As inovações, garantem os proprietários, estarão presentes também no cardápio.

Vila das Rosas – Unidade 2
Inauguração: prevista para 6 de maio
Onde: rua Padre Carvalho, 117, Pinheiros
Funcionamento: de segunda a quarta, das 10h às 18h30; de quinta a domingo, das 10h às 23h

Por QSocial