Apesar das inúmeras opções de alimentação disponíveis atualmente, ainda é difícil e cada vez mais disputado a comida artesanal. Aquela feita com ingredientes frescos e com aquele tempero inconfundível de comida caseira.

Influenciado pelo conceito da economia compartilhada, os amigos empreendedores Fernanda Siqueira, Guilherme Parente e Roberto Kanitz desenvolveram o aplicativo Apptite, plataforma que conecta cozinheiros a clientes que buscam comida artesanal.

Com apenas dois meses no ar o aplicativo já conta com mais de 100 chefs disponíveis na cidade de São Paulo. São diferentes especialidades, gostos e preços.

Em média, os pratos custam cerca de R$ 35. No menu, que filtra os chefs mais próximos do usuário por geolocalização, é possível encontrar pratos como estrogonofe com arroz e batata palha caseira, ravioli integral de abóbora e parmesão, brownies sem lactose, quiche de alho poró e bacon, entre outras delícias.

Todo o processo é bem simples. O usuário escolhe o prato, faz o pedido e o pagamento e escolhe a forma de entrega –ou recebe em casa ou retira na casa do chef.

A plataforma é uma ótima alternativa para quem sabe cozinhar e busca uma renda extra.

Para Roberto Kanitz, o segredo para garantir ótimos pratos é a programação. O aplicativo permite que você compre para até uma semana e consiga reservar os pratos dos melhores chefs, todos trabalham com quantidade limitada.

O aplicativo está disponível nos sistemas operacionais iOS (Apple Store) e Android (Google Play). A partir de julho, a app também estará disponível para os usuários do Rio de Janeiro.