"O filho do pedreiro com a catadora de castanhas também venceu", dizia a faixa com a hashtag #MeusPaisMeusHeróis que ele carregou quando foi chamado ao palco para receber o diploma de bacharel em direito. A homenagem de Ismael do Nascimento Silva, 25 anos, não só emocionou todos os presentes como viralizou nas redes sociais.

A intenção do jovem advogado foi mostrar que “a profissão deles também é digna e que todos podem conseguir superar as dificuldades”. A mãe, Maria do Socorro, cursou até o terceiro ano do ensino fundamental, e o pai, Antônio, até o primeiro ano do ensino médio. Ismael é o primeiro da família a concluir um curso superior.

“Os dois entraram na colação de grau comigo porque são meus maiores exemplos de humildade, honestidade, dedicação e amor. Apesar de não terem condições, me deram assistência financeira para me manter no curso”, contou Ismael, que foi bolsista do Programa Universidade para Todos no Instituto Camilo Filho, em Teresina (PI).

“Minha vida não foi fácil, mas as dificuldades financeiras me incentivaram a estudar”, afirmou. Já com a carteira da OAB em mãos, conquistada no 9º período, a meta de Ismael agora é passar num concurso público “para ter estabilidade e organizar a vida financeira da família”. O sonho de ser juiz foi substituído pelo de procurador. “O bem-estar do próximo é meu bem-estar”, justificou.

Por QSocial