O bairro Residencial Maria Luiza fica em Araraquara, cidade no interior de São Paulo, e seus moradores sofriam com a presença de um terreno baldio usado como lixão. Mas isso é passado. Hoje, o local se tornou uma horta comunitária que recebe, inclusive, aulas de maracatu e samba.

Créditos: reprodução/Felipe Lazzarotto/EPTV

Lixão de Araraquara, no interior de São Paulo, vira horta comunitária cuidada por todos

Essa história faz parte da série para o movimento Sou Responsável, cuja meta é estimular o protagonismo dos brasileiros. Em pleno ano eleitoral, o Catraca Livre e o Instituto SEB de Educação decidiram apoiar essa campanha para ajudar o brasileiro a também ser parte das soluções, e não do problema.

Além do plantio, o “projeto Horta Comunitária Zona Norte” também tem uma “hortoteca” que conta com diversos livros, de acordo com informações do site G1.

Créditos: reprodução/Felipe Lazzarotto/EPTV

Lixão de Araraquara, no interior de São Paulo, vira horta comunitária cuidada por todos

O local pertence à prefeitura e é utilizado pela comunidade há mais de um ano, assim que os vizinhos se uniram e realizaram um mutirão de limpeza. “Fiz um evento convidando alguns amigos e colaram umas 30 pessoas”, relembra o idealizador do projeto, Flávio Preto. “Para se ter uma ideia, na primeira limpeza que fizemos saíram daqui 67 caminhões de lixo.” A administração municipal ajudou com a limpeza e com a liberação de um ponto de água para a manutenção da horta.

Integram a ação cerca de 70 crianças do bairro. Antes de mexerem na terra, elas têm aulas sobre agroecologia, aprendem a plantar mudas e são orientadas sobre a importância de comer alimentos saudáveis. Elas acumulam o lixo orgânico de casa durante a semana e, aos fins de semana, depositam os restos em uma composteira, que vira adubo para o cultivo.

Leia a reportagem completa no G1

Enfermeira de Goiás transforma terreno baldio em parquinho