A história de superação do jovem baiano Ronaldo Rocha, 24 anos, impressiona pelas dificuldades, persistência e sucesso. Em seis anos, sua vida mudou completamente.

Em dezembro de 2012, Ronaldo deixou a cidade de Barreiras, na Bahia, com R$ 80 no bolso rumo a Brasília em busca do sonho de ser jornalista.

Créditos: Arquivo pessoal

Ronaldo com o diploma, o balde e a vassoura nas mãos

Para se sustentar e pagar os estudos na capital federal, o jovem trabalhou de vendedor de verduras, salgadinhos e faxineiro.

Seis anos depois após deixar a Bahia, Ronaldo pode comemorar. Formado em jornalismo pela a Faculdade Anhanguera, o jovem foi à cerimônia de colocação de grau com um bale e uma vassoura nas mãos receber o diploma.

Mais que isso: ele começa a carreira empregado na assessoria de imprensa da Candangolândia, Região Administrativa do Distrito Federal.