Mersene é uma garotinha conversadeira e muito esperta que teve que fugir com a mãe e os irmãos dos conflitos na República Democrática do Congo para se proteger no Brasil. O pai não pode vir e, para amenizar a saudade, a menina inventa uma brincadeira.

No livro infantil “A menina que abraça o vento – a história de uma refugiada congolesa”, lançamento do selo Vooinho, da Editora Voo, a autora carioca Fernanda Paraguassu apresenta o tema dos refugiados às crianças.

Créditos: Divulgação

A história é inspirada em meninas congolesas que moram no Rio de Janeiro

A personagem é inspirada em histórias reais de meninas congolesas refugiadas no Rio de Janeiro, com as quais a autora teve contato ao realizar um trabalho de pesquisa no centro de atendimento aos refugiados da Cáritas-RJ.

“A ideia do livro é apresentar o tema do refúgio para crianças, a partir da experiência dessas meninas”, conta a autora.

“O livro também abre espaço para conversas sobre outros assuntos, como a mudança de casa, de país, o contato com o novo idioma, a saudade e como lidar com tudo isso ao mesmo tempo”, diz Fernanda.

Créditos: Divulgação

A escritora e jornalista Fernanda Paraguassu

Além de lançar um olhar sensível para o tema, a venda do livro também beneficiará os refugiados. A obra é parte do projeto "Um por Um", da Editora Voo, que gera uma contrapartida social para cada livro vendido. Cada exemplar de “A menina que abraça o vento” vendido terá 5% da receita revertida ao Programa de Atendimento a Refugiados e Solicitantes de Refúgio (PARES) da Cáritas RJ.

A instituição é pioneira na assistência a refugiados no Brasil e tem o apoio do Acnur (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados).

O livro está à venda nas principais livrarias e comércios on-line, incluindo o site da editora: www.editoravoo.com.br.