Em apenas dois dias, a família do pequeno Jonathan de Araújo Santos, 9 anos, superou a meta prevista numa “vaquinha” online para financiar a ida do jovem bailarino para a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, em Joinville (SC).

A família, que mora São Gonçalo do Retiro, na periferia de Salvador, precisava arrecadar R$ 10 mil para custear as despesas com a viagem e para se manter na cidade catarinense. Mas em dois dias, eles já ultrapassaram o valor. Até a manhã desta quinta-feira (10), o valor passava dos R$ 23 mil.

Créditos: Reprodução/TV Bahia

Jonathan vai estudar na única filial do famoso teatro fora da Rússia

Jonathan, a mãe Denize de Araújo Santos, de 50 anos, e a irmã, Samanta, de 14, embarcam no próximo dia 21 para Joinville (SC), onde vai morar pelos próximos 8 anos. As aulas na Escola do Bolshoi –a única filial do famoso teatro russo-- começam no dia 11 de fevereiro.

Talento nato

De acordo com o jornal “O Globo”, Jonathan começou a dançar balé em agosto do ano passado, por acaso. O jovem acompanhava uma das irmãs numa seletiva de canto, mas acabou sendo eliminada por chegar atrasada, se inscreveu no processo seletivo do Bolshoi que acontecia no mesmo local e passou –foram cinco seletivas.

A seleção de Jonathan para o Bolshoi foi tão concorrida quanto o vestibular para medicina, 120 candidatos para cada vaga só na primeira fase, quando foram avaliadas a postura, a habilidade física e a musculatura dos candidatos.

Para participar da segunda fase, realizada na cidade de Joinville, o pai do menino, o policial militar Josué dos Santos, precisou tomar um empréstimo.

Para Josué, o filho tem “talento nato”, pois além de dançar com as irmãs, ele faz alongamentos desde os quatro anos.

Josué e Beatriz, de 18 anos, a filha mais velha vão continuar em Salvador.