Uma universidade na qual você tem a oportunidade de escolher o que e como quer estudar, quando quer aprender e o projeto que deseja desenvolver. Ela existe, foi criada no Brasil e se chama Multiversidade.

Créditos: Divulgação

Encontro realizado para divulgar a Multiversidade

O objetivo é formar uma comunidade de aprendizes autônomos, que aprendam por conta própria assuntos que os interessem.

Os alunos contarão com o apoio de mentores, facilitadores e colegas de turma para redescobrirem suas paixões por meio de conversas, mapeamentos, workshops, leituras e indicações de contatos.

Há quatro fases no modelo de aprendizagem: experimentação, na qual o aluno busca encontrar um foco de interesse; desenho, em que define o projeto que quer produzir; investigação, na qual executa o trabalho; e entrega, quando apresenta o produto final à comunidade.

“Às vezes, a pessoa está no piloto automático da vida e se distancia daquilo que é realmente importante pra ela”, explica Alex Bretas, um dos fundadores da Multiversidade.

Créditos: Divulgação

Encontro realizado para discutir sobre a Multiversidade

Os temas são livres, assim como os projetos desenvolvidos, que podem ser livros, blogs, startups etc. “Não importa o assunto, a gente quer ajudar a delinear caminhos”, afirma Alex.

Criada em 2016 e colocada em prática no mês passado, a iniciativa é fruto do desejo de Adriana Julião, Camila Farias, Conrado Schlochauer, Jorge Leite e Alex Bretas de ter um espaço permanente para conduzir seus estudos da maneira como preferissem.

As primeiras turmas serão formadas por 15 a 25 aprendizes. Há encontros quinzenais, aos sábados, e os alunos são estimulados a se encontrar em outros dias com colegas e mentores para discutir seus objetivos e projetos.

Créditos: Divulgação

Encontro realizado para discutir sobre a Multiversidade

O curso, ambientado em São Paulo e que vai de 29 de abril a dezembro, deve oferecer “open badges” – microcertificações de reconhecimento pelo aprendizado –, que ficarão disponíveis online.

As matrículas vão até hoje e podem ser feitas no site da Multiversidade. Há uma taxa de R$ 80, referente a atividades que ocorrerão fora de São Paulo em maio, e a mensalidade é de R$ 270.

Por QSocial