A organização Soulphia dá a mulheres da cidade de Nova York que não têm onde morar a chance de dar a volta por cima por meio do conhecimento e da empatia. Tudo acontece a partir de aulas virtuais de inglês.

1/6

Crédito da imagem: reprodução/Soulphia/Vimeo

Mulheres em situação de rua dos EUA ministram aulas de inglês

2/6

Crédito da imagem: reprodução/Soulphia/Vimeo

Mulheres em situação de rua dos EUA ministram aulas de inglês

3/6

Crédito da imagem: reprodução/Soulphia/Vimeo

Mulheres em situação de rua dos EUA ministram aulas de inglês

4/6

Crédito da imagem: reprodução/Soulphia/Vimeo

Mulheres em situação de rua dos EUA ministram aulas de inglês

5/6

Crédito da imagem: reprodução/Soulphia/Vimeo

Mulheres em situação de rua dos EUA ministram aulas de inglês

6/6

Crédito da imagem: reprodução/Soulphia/Vimeo

Mulheres em situação de rua dos EUA ministram aulas de inglês

  • Crédito da imagem: reprodução/Soulphia/Vimeo

    1/6

    Mulheres em situação de rua dos EUA ministram aulas de inglês

  • Crédito da imagem: reprodução/Soulphia/Vimeo

    2/6

    Mulheres em situação de rua dos EUA ministram aulas de inglês

  • Crédito da imagem: reprodução/Soulphia/Vimeo

    3/6

    Mulheres em situação de rua dos EUA ministram aulas de inglês

  • Crédito da imagem: reprodução/Soulphia/Vimeo

    4/6

    Mulheres em situação de rua dos EUA ministram aulas de inglês

  • Crédito da imagem: reprodução/Soulphia/Vimeo

    5/6

    Mulheres em situação de rua dos EUA ministram aulas de inglês

  • Crédito da imagem: reprodução/Soulphia/Vimeo

    6/6

    Mulheres em situação de rua dos EUA ministram aulas de inglês

“Mais do que uma aula convencional, a plataforma oferece uma experiência única para praticar inglês com um nativo falante. Uma aula com ALMA”, diz o site do projeto, de acordo com informações do site Razões para Acreditar.

Créditos: reprodução/Soulphia/Vimeo

Mulheres em situação de rua da cidade de Nova York ministram aulas virtuais de inglês

A cada aula dada, as “tutoras” recebem um pagamento. Dentro do projeto piloto, seis delas ministram 500 aulas individuais para aproximadamente 40 estudantes selecionados por meio do Facebook. As aulas têm o preço de US$ 15 (cerca de R$ 55) cada uma.

Leia a reportagem completa no Razões para Acreditar

Da Inglaterra, professora cria curso de inglês grátis no Alemão

Rede Quem Inova

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Redação da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.