O Projeto Caleidoscópio, que busca fornecer alta formação acadêmica a refugiados estrangeiros no Brasil para atuação como consultores em empresas, lançou um programa de financiamento coletivo para a abertura de novas turmas.

Créditos: reprodução/@Yiesia/YouTube

Projeto busca formar refugiados para atuação como consultores

O programa oferece seis módulos de 16 horas cada um e acontece das 9h às 18h. São 96 horas de aulas e atividades práticas, unindo profissionais do mercado, 15 participantes e empresas apoiadoras. O Caleidoscópio acontece no bairro de Perdizes, em São Paulo.

Ao fim, os alunos apresentam um projeto de conclusão de curso, que compreende um diagnóstico de inovação em casos concretos. O objetivo final é a reinserção no mercado de trabalho.

Créditos: reprodução/@Yiesia/YouTube

Projeto busca formar refugiados para atuação como consultores

A meta da campanha é atingir R$ 80 mil até o próximo dia 1º de abril. O dinheiro será utilizado para transporte de alunos, compra de material didático e de apoio e alimentação durante os dias de curso.

Além disso, a verba do crowdfunding será usada na locação do espaço onde as aulas e os workshops são ministrados e na remuneração de todos os facilitadores. Quem colabora, pode receber recompensas.

Caso um valor maior seja captado, os recursos excedentes serão utilizados para atender mais refugiados e, ainda, melhorar e expandir com novos cursos as atividades do projeto.

Refugiada síria lança jogo sobre sua perigosa jornada à Europa

Rede Quem Inova

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Redação da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.