Com a grave crise hídrica que atinge o Sudeste do país e, principalmente o Estado de São Paulo, as atenções em torno de projetos e soluções alternativas vem ganhando espaço. Um exemplo disso é um equipamento inovador, chamado FreshWater, desenvolvido por uma equipe de engenheiros chilenos que extrai água purificada da umidade do ar.

Para funcionar, o equipamento retira a água da umidade do ar e consegue produzir de 9 a 30 litros em apenas oito horas. No entanto, isso é possível somente quando a umidade relativa do ar está entre 25% e 30%.

O sistema de condensação é compacto, por isso pode ser transportado manualmente. De acordo com os chilenos, a água gerada é livre de sódio, cloro, flúor, minerais pesados e conservantes.

O FreshWater está em campanha de financiamento pelo Indiegogo, com término previsto para  14 de fevereiro.  Até agora, já foram arrecadados US$ 2.255 (R$ 6.365) --a meta prevista é de US$ 500 mil (R$ 1.411.100).

Via Estadão PME