Um dispositivo criado por duas estudantes baianas é capaz de detectar ao menos 15 doenças por meio do sopro. O aparelho é semelhante ao bafômetro, mas com foco na saúde.

Batizado de Orientamed, o equipamento inventado pelas irmãs Natália Nascimento e Júlia Nascimento é capaz de detectar doenças como diabetes, intolerância a lactose, pneumonia, tuberculose, câncer, malária e hepatite.

Créditos: Ney Silva/Acorda Cidade

Aparelho é capaz de detectar doenças como diabetes, intolerância a lactose e hepatite

De acordo com Natália, que é doutoranda em computação pela PUC-Rio, a ideia de criar o aparelho surgiu após pesquisas com sensores de gás e de inteligência artificial.

Créditos: Arquivo pessoal

As irmãs Natália e Júlia e Reiler Vargas, criadores do Orientamed

A ideia das irmãs é patentear o produto para fabricar em grande escala e distribuir para hospitais e clínicas do Brasil.

Em entrevista ao site Acorda Cidade, Júlia é estudante de biotecnologia na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) diz que o equipamento funciona como um teste rápido que pode ser utilizado antes do paciente entrar no consultório médico.

As duas tiveram ajuda do estudante paulista Reiler Vargas, graduado em biotecnologia pela UFRJ.

Leia aqui a entrevista com as irmãs Júlia e Natália.