Sabe aquela compra básica de supermercado de todos os meses, que enche o carrinho com produtos pesados e volumosos? E se alguém entregasse ela na porta da sua casa com uma economia média de 15% e sem cobrar nada pelo frete?

Essa é a proposta do HomeRefill, que chega neste mês a todos os bairros de São Paulo com um modelo inovador de e-commerce: devolver tempo ao consumidor, questionar preços e chacoalhar o serviço dos grandes varejistas.

A plataforma digital estimula o consumidor a fazer uma lista mensal de reabastecimento de itens que são essenciais na sua casa ou no seu escritório, como produtos de limpeza, higiene pessoal, bebidas e alimentação não perecível.

Uma semana antes da data de entrega, o sistema dispara um e-mail perguntando se há necessidade de alterar os itens. O consumidor pode, então, acrescentar ou retirar produtos e alterar quantidades, no próprio site ou usando um aplicativo no celular.

A proposta é uma dinâmica diferente de consumo. “O conceito é de uma loja on-line mais barata que uma loja física, que entrega mensalmente aquilo que você já compra e precisa”, pontua o empreendedor Guilherme Aere, 25 anos.

“É um novo tipo de supermercado, capaz de transformar algo tipicamente chato e obrigatório em uma experiência prática, bem simples e extremamente inteligente, com muita economia de tempo e dinheiro para as pessoas.”

Como a negociação é feita diretamente com a indústria e não há os custos fixos dos grandes varejistas, “em 99% dos itens os preços do HomeRefill são mais baratos”. Em uma simulação feita pelo Catraca Livre, a economia chegou a 22%.

Na plataforma, o consumidor pode conferir os preços praticados pelos dois concorrentes que possuem os menores preços de São Paulo _ são monitorados semanalmente Carrefour, Dia, Extra, Pão de Açúcar, Mambo, Sonda, St. Marche e Walmart.

É o agendamento das entregas que permite que o empreendedor preveja o estoque e negocie os preços. A logística, operação essencial para o sucesso do e-commerce, é feita em parceria com o sócio, André Machado de Oliveira, do Grupo Logos.

Hoje, o serviço está disponível em 15 bairros, mas se estende a toda a cidade ainda neste mês e tem meta de 100 mil clientes até 2016. Não há custo com assinatura nem com frete, apenas o compromisso de uma compra mensal de reposição.

Por QSocial